Pesquisar no blogue

quinta-feira, 18 de agosto de 2016

Um garrafão transforma-se em...?

Há uns meses atrás, nas obras de reconstrução da casa de uns amigos, encontrei uns pequenos tesourinhos, escondidos no meio de tralhas dos antigos proprietários: 3 velhos garrafões de palha.
Apesar de estarem com a "carapaça" a desfazer-se, o que me interessava era o "recheio". A minha imaginação ficou logo rendida a estes frascos gigantes de vidro.



O que fazer com estes toscos garrafões? Convertemos em... candeeiro de mesa!

Começamos por retirar a "carapaça" de palha do garrafão, e ficamos com um gigante jarro de vidro que depois de bem lavado passou ao passo seguinte.


Esta foi a parte mais delicada do processo: fazer um furo no vidro para fazer passar o fio elétrico. Além da broca do berbequim ter de ser especial para vidro (broca de diamante), o furo tem de ser feito com água a correr na zona, senão aquece muito e podemos estragar tudo, o vidro pode estalar e eventualmente partir-se...


Depois deste momento de tensão bem sucedido (uffa!) passamos o fio elétrico (próprio para candeeiros, o que inclui o fio + interruptor + ficha) pelo furo até saír pelo gargalo do garrafão.


Depois de ligarmos o fio elétrico a um casquilho para lâmpadas, colamos este casquilho no gargalo do garrafão.


No final foi só arranjar um abajour catita e o candeeiro estava pronto! :)


Candeeiros semelhantes a este podem custar uma pipa de massa em lojas de decoração, mas este nãooooo: só precisamos de comprar o fio elétrico, o casquilho e o abajour, e resultou nesta beleza que ficou em cima do aparador azul :)





quinta-feira, 11 de agosto de 2016

Aparador e toucador Queen Anne

No OLX encontra-se de tudo mas quando encontrei os chamados móveis "Quinane" fiquei intrigada, até ter percebido que afinal eram Queen Anne, os típicos móveis do século XVIII e replicados nos séculos seguintes, cheios de curvas e rococós.
Andava à procura de um aparador para a sala, com "cristaleira" (para pôr as garrafas de licores e afins) e encontrei este fantástico móvel, em relativo bom estado, por um preço bestial!




Mãos à obra! Tiramos fechaduras e puxadores e toca a lixar.
Lixar é a coisa mais aborrecida e demorada no mundo das transformações de móveis, mas para obtermos uma pintura bonita e duradoura, tem que ser!



Depois avançamos com a primeira demão de tinta, de um azul escuro acetinado, deixamos secar, e aplicamos outra demão.


O interior da cristaleira foi revestido a um tecido floral, em que basicamente recortei o tecido à medida dos paineis laterais e colei ao móvel, usando cola branca ligeiramente diluida em água (é preferivel usar Modge Podge mas fica mais dispendioso). 


E aqui está o resultado final. Um aparador "Quinane" cheio de estilo! :)



E o mesmo fizemos a um toucador para o quarto e respetiva banqueta, também do género:


Que pintamos de um cinza claro mate e transformamos nesta beleza:

Estofei a banqueta com um tecido macio da mesma cor da tinta do móvel.

E ainda sobrou o espelho que há-de servir para um outro projeto qualquer (ideias não faltam!).