Pesquisar no blogue

sábado, 30 de junho de 2012

Graffitis em Rio Tinto

Ao passar pelas ruas de Rio Tinto dei de caras com umas magníficas obras de arte. E não, não estou a ser irónica! :) Para mim o graffiti pode ser uma forma de arte, mas atenção, quando bem feito! É preciso ter jeito, técnica, imaginação e algo a dizer.

Como estes que encontrei...









E o meu preferido...


segunda-feira, 25 de junho de 2012

Dressmaker dummy - eu tenho!

Quem segue este blog deve ter visto, há uns tempos atrás, um post em que eu transmiti o desejo quase incontrolável de ter um manequim de costura: Dressmaker Dummy: Eu quero!

Mas devido ao facto do seu preço e da minha lista de prioridades não serem muito compatíveis, controlei essa vontade e evitei cometer a pequena loucura de o adquirir.

Contudo, isso não impediu de sugerir "subtilmente" ao meu mais-que-tudo que daria uma bela prenda de aniversário, tipo: "Querido, já sei o que me vais oferecer no aniversário!!" ;)

E como ele é mesmo um QUERIDO, encomendou o dito manequim e presenteou-me antecipadamente com este bela prenda (quando ainda falta um mês para o meu aniversário)!


Já te agradeci mil vezes F., mas mais uma vez: Obrigada Amor!!! :)

Agora é que vai ser fazer roupa! Eheheh!


quarta-feira, 20 de junho de 2012

DIY Lanterna exterior

DIY - Do It Yourself (faça você mesmo)

Está oficialmente aberta a época dos churrascos, com a chegada das festas dos Santos Populares. Isto é, já estava aberta desde o mês de Abril, em que tivemos direito a uns belos dias de Verão e consequentemente a umas magníficas noites quentes em que dá logo vontade de ir lá para fora fazer uns grelhados.

Para animar (e iluminar) o espaço envolvente, não há melhor do que ter umas velas à mesa e umas tochas espalhadas pelo jardim. E como as tochas e velas nunca são demais, surgiu-me a ideia de que provavelmente conseguia fazer uma "lanterna-tocha" reutilizando algum material, sem ser necessário comprar nada!

A ideia começou com o recipiente: uma garrafa de vidro pequena com tampa de enroscar de metal (tinha eu acabado de beber uma Frize). Depois de alguma pesquisa sobre o combustível e o pavio caseiros, descobri que podemos usar óleo vegetal de cozinha ou azeite, mas o ideal será a 2ª opção para evitar o fumo.
Já em relação ao pavio, descobri que podemos usar um pequeno trapilho ou faixa de tecido. Mas como já tinha pavios a mais em casa (suplentes para as tochas), acabei por usar estes.

Então aqui está:

1) Arranjar uma garrafa de vidro com tampa de metal


2) Furar a tampa a meio e passar o pavio

 3) Encher a garrafa com azeite até à tampa (pode-se encher o fundo da garrafa com água, para poupar azeite, mas o pavio deve ficar imerso na parte de azeite e não tocar na água)

4) Fechar a tampa com o pavio, imergindo a maior parte deste no azeite (deixando cerca de 3 a 4 cm de pavio de fora; quantos mais cm se deixar de fora maior será a chama)


 5) Aguardar uns 10 a 15 minutos antes de acender o pavio, para permitir que este fique bem embebido
  
6) Acender o pavio e orgulhar-se de ter feito uma lanterna-tocha caseira!


Façam muitas como eu e iluminem o vosso jardim de uma forma bem económica!


sábado, 16 de junho de 2012

Bolo de curgete, canela e limão


O que à partida parecia uma mistura algo estranha, resulta na perfeição!

Este bolo, apesar de vegano (sem qualquer ingrediente de origem animal), foi testado por bocas totalmente "não-veganas" e aprovado com distinção, o que prova que a comida vegetariana/vegana pode ser apreciada até pelos mais céticos. E só depois de lhes ter desvendado que este bolo, além de levar curgete, não incluía nem ovos nem manteiga é que ficaram a saber desse pormenor, senão nem desconfiavam! :)

Aqui fica a receita:
  • 1 curgete grande
  • 2 chávenas de açúcar amarelo
  • 2 chávenas de farinha de trigo
  • 1 chávena de farinha de trigo integral
  • 3/4 de chávena de óleo de girassol
  • 2 colheres de sopa de maisena diluída em 4 colheres de sopa de água
  • 1 colher de chá de sal
  • 1 colher de chá de bicarbonato de sódio
  • 1/2 colher de cha de fermento
  • 1 colher e meia de canela
  • raspa de 1 limão

Pré-aquecer o forno a 170ºC.
Numa tigela misturar a curgete ralada com o açúcar, a maisena diluída e o sumo de maçã (ou óleo).
Noutra tigela misturar as farinhas juntamente com o sal, o bicarbonato de sódio e o fermento. Juntar a canela e a raspa de limão e mexer bem.
Juntar a mistura dos ingredientes secos lentamente à dos húmidos e incorporá-las bem.
Colocar a mistura numa forma untada e enfarinhada e deixar cozinhar no forno por 45 minutos.
Quando estiver pronto, retirar do forno e deixar arrefecer dentro da forma para depois desenformar.

Opcional: pulvilhar com um pouco de açúcar em pó.


NOTA: receita retirada do Centro Vegetariano.

terça-feira, 12 de junho de 2012

Paperbag Skirt

Há já algum tempo que andava com a ideia de fazer uma paperbag skirt. Para quem não conhece, é mesmo como indica o nome, parece que se pegou num saco de papel, cortou-se o fundo e usou-se esse "tubo" para colocar à cintura e segurar com um cinto. O resultado é bestial e está bem na moda. O tecido já o tinha há algum tempo e é ideal para saia, bem encorpado para dar o efeito volumoso.

As instruções seguia-as aqui e o resultado foi este:





Pormenor do efeito paperbag :)

terça-feira, 5 de junho de 2012

Salada com molho light

Nestes dias quentes em que mais parece Verão que Primavera, apetece mesmo comer uma saladinha refrescante ao almoço ou jantar. Principalmente agora que a horta cá de casa está recheada de umas belas e frondosas alfaces frisadas que estão a ficar no ponto!

Desta vez reuni, a uma dessas alfaces, os restos que encontrei no frigorifico: um peito de frango assado que sobrou de um jantar, massa integral cozida, umas azeitonas e, para terminar, algumas nozes só para dar uma sensação crocante.


Para o molho usei o seguinte:
  • 1 queijo fresco
  • 1 colher sopa de mostarda dijon
  • 1 colher de sopa de vinagre balsâmico
  • 1 colher de sopa de sumo de limão
  • manjericão picadinho a gosto
  • sal q. b.
Mistura-se todos os ingredientes e tritura-se com a varinha mágica até ficar bem cremoso. Depois é só servir por cima da salada e aqui está uma refeição light e bem fresquinha!


sexta-feira, 1 de junho de 2012

Uma t-shirt original

Influenciado pela nossa mais recente ida a Londres, F. tem vindo a suplicar-me que lhe fizesse uma t-shirt original.
Ok, comecemos pela ideia: um cão morto?! Que mórbido! Mas que é original, é!... Para quem ficar chocado com esta imagem, pode imaginar que é apenas um cão deitado de costas a pedir festinhas na barriga...

Comecei por fazer um rascunho e aplicá-lo em molde.


Depois juntei as várias partes.


De seguida, apliquei o "boneco" na t-shirt.




E aqui está o resultado: o F. todo vaidoso com a sua nova (e original) t-shirt! :)