Pesquisar no blogue

terça-feira, 24 de abril de 2012

Chili Vegano Super-Fácil


Ingredientes
·         2 chávenas de cebola picada
·         8 dentes de alho esmagados
·         2 latas de tomate em pedaços
·         2 malaguetas verde picada (cuidado com as sementes!)
·         4 colheres de sopa de pó de chili
·         2 colheres de sopa de orégãos secos
·         2 colheres de sopa de cominhos
·         2 latas de feijão preto cozido
·         1 lata de milho cozido
Saltear as cebolas num tacho largo por 10 minutos, mexendo frequentemente. Adicionar uma colher de sopa de água se começar a pegar ao fundo. Juntar o alho e saltear por 3 minutos.
Juntar os tomates e seu sumo, malaguetas e os temperos. Mexer e cozinhar por 10 minutos.
Juntar o feijão e milho. Reduzir o lume para baixo e cozinhar por 45 minutos, mexendo de vez em quando.
Está pronto! Bom para acompanhar com broa de milho, nos dias de muito frio (como têm sido estes últimos)!

Dica: Antes de cozinhar os produtos enlatados como o feijão, etc. (excepto o tomate), deve-se lavar bem com água corrente, de forma a retirar aquela goma que costuma envolver estes produtos, e que só tem efeitos negativos (os sempre associados "traques", LOL).

Receita retirada de Healthy Girl’s Kitchen.

quinta-feira, 19 de abril de 2012

Cavalo para uma amiga

Como sou uma pessoa muito generosa, no aniversário da amiga M. oferecemos-lhe um cavalo. Como recém-descoberta cavaleira, o desejo dela de há uns tempos para cá é ter um cavalo!
Então toca a oferecer-lhe um... mas de pau, que estamos em tempos de crise! =)

Começa-se com uma meia grossa e enche-se com enchimento.


Acrescenta-se umas crinas, em lã, uns olhos de botões, uma boca com um fio, uns arreios com guizos e umas orelhas de feltro.


Depois é só colocar a cabeça num pau e aqui está ele!

~



E aqui está a M. divertida a brincar com o seu novo cavalo:


Ninguém diria que ela estava a festejar mais de 30 anos! Desculpa M., mas tinha de ser dito =)

domingo, 15 de abril de 2012

Sexta-feira 13 em Montalegre

Já que não podemos evitar as azaradas (dizem!) sextas-feiras 13, então pelo menos podemos torná-las mais divertidas e passar a sua noite em Montalegre. É mesmo imperdível! É do género feira medieval de St. Maria, ou seja, em toda a sua magnitude as lojas e restaurantes aderem à festa, mas com a particularidade de ser quase em terras de nuestros hermanos e em que a temática é dedicada às bruxas, feiticeiros, demónios e outros que tais.


Com o magnífico castelo de Montalegre como cenário, é queimada a bruxa que é puxada pela parede do castelo, enquanto são ditas orações (com muitas palavras pouco lisonjeiras pelo meio) para afastar os demónios.
Isto tudo precedido por um belo jantar temático endiabrado, com animações-surpresa, e depois concluída a noite com a fantástica bebida, a queimada esconjurada, que sabe mesmo bem em noites frias como as de Montalegre.


A próxima (e última) sexta 13 deste ano calhará no Verão, o que por si só tornará a noite menos azarada, visto que esta que passou (13/04/12) foi bem molhada e fria! Brrr... Se não fosse a queimada esconjurada tinha congelado =)

O alojamento para essa noite foi em Cabril, na Casa da Nina, um local muito simpático e confortável para se passar uns dias no meio da Natureza, onde é possível acordar com esta paisagem:






Casa da Nina


O regresso a casa no dia seguinte foi feito com um pequeno desvio pela Churrasqueira do Paço, em Arco de Baúlhe, onde mais uma vez fomos muito bem servidos, com uma bela vitela grelhada no carvão e uns filetes de polvo no ponto, acompanhados de um delicioso arroz de legumes e terminado com a tradicional rabanada, ainda morninha...


Apesar de todo o panorama de crise e de negativismo que Portugal atravessa, podemos ainda dizer que vivemos num belo país, com tantos locais por descobrir, e onde se pode apreciar as coisas simpes da vida e passar bons momentos.

quarta-feira, 11 de abril de 2012

Quinoa com couve e feijão-vermelho


  • 100g de quinoa
  • 1 cebola picada
  • 2 folhas de louro
  • 3 dentes de alho picados
  • 1 pimento verde picado
  • 1 colher de chá de tomilho
  • 1 colher de sopa de vinagre
  • azeite q.b.
  • 1 lata de feijão vermelho
  • 1 couve portuguesa
Pôr a ferver uma chávena de água num tacho. Lavar a quinoa e colocá-la na água a ferver. Cozer por 25 minutos em lume médio.

Cozer a couve cortada em juliana em 2 chávenas de água com uma pitada de sal também por 15 minutos.

Saltear a cebola com um pouco de azeite e as folhas de louro até as cebolas estarem moles. Juntar 2 dentes de alho e o pimento, cozinhar por 5 minutos até os pimentos estarem tenros.
Adicionar o tomilho, vinagre, feijão (lavado e escorrido) e um pouco de água. Cozinhar em lume baixo por 5minutos até o molho estar grosso.

Quando a couve estiver cozida, escorrer e saltear num pouco de azeite com alho.

Empratar com quinoa, couve salteada e a mistura de feijão.


Nota: Receita retirada de Engine 2 Diet.

sábado, 7 de abril de 2012

Boa Páscoa!

Nesta Páscoa, para acompanhar as amêndoas, fiz uns coelhinhos e galinhas "softies" (bonecos de tecido), que ficaram muito castiços...

Os coelhinhos:




As galinhas:





Uma PÁSCOA FELIZ para todos! =)

terça-feira, 3 de abril de 2012

Workshop - Cozinha Vegetariana Portuguesa

Sábado passado fui a mais um Workshop, desta vez de Cozinha Vegetariana aplicada a pratos portugueses. A formadora, Anabela Correia, com quem já tinha tido um outro workshop de cozinha vegetariana (através da Freeflow), explicou-nos como fazer pratos tipicamente portugueses sem usar carne nem peixe, desta vez na Oficina Veggie.
Num ambiente descontraído, começamos com a base teórica e os porquês de adoptar uma dieta vegetariana em vez da dieta tradicional "omnívora". Depois sim, foi a vez de passarmos à ação!


Começamos pelo Patê de Grão:


Seguimos para os Bolinhos de Lentilhas:


Passamos ao Legumes à Brás:


Depois à Jardineira de Legumes com Feijoca:

E finalmente terminanos com os Cogumelos à Bolhão Pato, cuja foto me esqueci de tirar...

Terminamos o workshop com a degustação dos pratos confecionados que foram totalmente aprovados, mas o mais apreciado de todos parece ter sido o de Legumes à Brás. Eu gostei de todos e vou concerteza juntar estes pratos às minhas receitas habituais! =)

domingo, 1 de abril de 2012

Dressmaker Dummy: Eu quero!!

Os meus projetos de costura estão a evoluir naturalmente, sem grandes pressas, até porque o tempo livre não é muito. Contudo, venho cada vez mais a interessar-me por projetos de roupa.
Para isso, pode-se seguir um molde em papel já projetado para o nosso tamanho, ou fazer o molde do zero, o que tem muito que se lhe diga, mas hoje em dia com tanta informação disponível na internet já é bem possível conseguirmos fazer o nosso próprio molde, com as nossas próprias medidas.
Mas há um equipamento integrante de um atelier de costura que ajuda muito nesse processo, e pelo qual ando me ando a babar!!
Txarammmm:

É um manequim de costura, ou em inglês, um Dressmaker Dummy!! Ando a namorá-lo há uns tempos, mas ainda não ganhei coragem para gastar uma pequena fortuna nele…
Tem mais aqui: Sewing-Online.