Pesquisar neste blogue

terça-feira, 10 de janeiro de 2017

Suporte para linhas

Já há bastante tempo que andava para arranjar uma nova solução para organizar os "carrinhos" de linhas da máquina de costura. Há uns anos atrás tinha feito um painel de organização para colocar na parede atrás da máquina de costura e que resultou muito bem. Mas com as mudanças de instalações da Donna Lisa, surgiu a necessidade de arranjar uma solução específica para a organização dos ditos carrinhos.
Comecei por pesquisar o que existia no mercado e encontrei um tipo de suportes que era mais ou menos aquilo que eu procurava, mas... não era propriamente económico! Por isso, pensei que tinha de conseguir fazer um, mesmo sendo preciso alguma paciência.

quinta-feira, 22 de dezembro de 2016

Decorações de Natal (DIY)

Este ano fiz algumas decorações de Natal bem baratinhas para espalhar pela casa, usando de preferência materiais gratuitos que a própria Natureza nos dá, como galhos e pinhas, ou restos de tecidos e de outros trabalhos manuais, com um toque natalício.
Aqui ficam algumas ideias de soluções low-cost e ideais para quem gosta de ter algo feito por si!

sexta-feira, 16 de dezembro de 2016

"Pegboard" para acessórios de costura

Uma zona de costura pode transformar-se facilmente num verdadeiro caos, se os materiais não estiverem bem organizados! Por isso, para a parede atrás da minha máquina de costura, precisava de criar uma área de arrumação e organização, de forma a ter os materiais à mão quando estou a costurar. 
Para isso encontrei uma ideia que permite ser replicada em quase todas as divisões, para as mais diversas utilizações, apesar de ser usada principalmente em oficinas para organizar as ferramentas: uma pegboard (ou placa perfurada). Estas placas são bastante baratas e existem em várias dimensões. 
Neste caso comprei uma grande e personalizei-a para ficar mais "bonitinha", de acordo com o resto da decoração, pintando-a de branco e acrescentando uma moldura.

quarta-feira, 7 de dezembro de 2016

Armário Contador



Já devem ter reparado que sou fã de móveis antigos, não necessariamente na sua forma original mas naquilo que imagino que eles podem transformar-se. Adoro aqueles armários com imensas gavetinhas, que imagino logo serem o nicho ideal para guardar todas as tralhas dos trabalhos manuais da Donna Lisa.
Assim que pus os olhos neste armário contador, fiquei apaixonada :) E felizmente consegui ficar com ele e, melhor ainda, a um preço muito especial.


Um antigo armário contador, com muitas gavetinhas, e num estado de ligeira negligência, exigiu muuuuuito trabalho da nossa parte, mas claro que compensou!...

Aqui está ele já em nossa casa e com os trabalhos iniciados, ou seja, os puxadores que estavam estragados foram extraídos assim como os "porta-etiquetas".

Tivemos de tirar todas as gavetas para as lixar, bem como a estrutura do móvel. Isto sim, foi a pior parte! BORRING! :(

As gavetas todas fora do móvel, para serem limpas por dentro.

Móvel ainda com o verniz fresco.

Depois disso, só tivemos de acrescentar os puxadores e porta-etiquetas novos, e levá-lo para a sua nova casa, o estúdio Donna Lisa.




É claro que entretanto já tem a maioria das gavetas cheias de materiais de crafts, identificados pelas respetivas etiquetas :)



sexta-feira, 25 de novembro de 2016

Belos Aires

No outro dia reparei que já faz algum tempo desde a última vez que escrevi sobre os restaurantes que temos experimentado. Talvez por falta de entusiasmo em relação aos sitios que temos visitado, talvez por falta de tempo... Mas a verdade é que este "silêncio" finalmente foi quebrado, depois da visita a um dos melhores restaurantes no Porto que experimentei nos ultimos tempos: Belos Aires.

Apesar de ser um daqueles que estava na lista "A Experimentar" há já bastante tempo, foi só na 3ª tentativa de fazer uma reserva que conseguimos mesa.


Apesar da noite chuvosa e fresca de Outono, e um piso muito escorregadio a descer a Rua de Belomonte, fomos dar à aconchegante casinha onde fica o Belos Aires. O ambiente acolhedor e reconfortante no seu interior contrastava bem com o desconforto que se sentia na rua, pelo que foi logo um ponto a favor.



O atendimento foi muito simpático e eficiente e, como estávamos rodeados de turistas, deu para perceber que o pessoal é também fluente em linguas. A decoração está muito bem conseguida, e em qualquer ponto do restaurante sentimo-nos bem.

Pormenor da decoração.
 Ficamos numa mesa mesmo em frente à cozinha, que é parcialmente aberta e onde podemos acompanhar a confeção dos diversos petiscos.

A cozinha (sem segredos).
A carta não é muito extensa mas é bem variada. Sendo um restaurante de influência argentina, são de destacar as carnes, de excelente qualidade. Os acompanhamentos fogem aos tradicionais e acabam por supreender (polenta, batata doce, etc.).

A carta, numa tábua, e com ilustração das diferentes carnes.

O saquinho do pão.

Entradas deliciosas.
A carne. 
Os acompanhamentos e molhos.


Quanto às sobremesas, vimo-las a saír da cozinha, com aspeto delicioso e de babar, mas como "comemos que nem abades" já não conseguimos experimentar estas doçuras, mas assim fica mais um motivo para lá voltar! :)


Belos Aires
Rua do Belomonte 104, Porto
Tlm: 911 197 383



quinta-feira, 17 de novembro de 2016

Prateleiras

Se bem se lembram, com as antigas portas da nossa casa conseguimos fazer vários projetos para a nova decoração: a mesa de jantar, a cabeceira da cama e o cabide. Como ainda tinhamos mais 2 dessas portas guardadas para futuros projetos e estávamos a precisar de umas prateleiras para uma das paredes do pátio, usamos a madeira de uma dessas portas. Assim apenas tivemos de comprar os suportes. Ecológico e económico: 2 características muito importantes nos nossos projetos! :)

segunda-feira, 7 de novembro de 2016

Bolo de cenoura com molho de chocolate (vegan e sem gluten)

As tardes de domingo no outono trazem consigo algo de misterioso que me leva muitas vezes a recolher na cozinha para fazer gulodices! Foi o que aconteceu na tarde em que fiz este bolinho de cenoura, versão bem mais saudável do que o tradicional.

terça-feira, 25 de outubro de 2016

Letras tridimensionais

Sendo fã do estilo decorativo industrial, tenho visto um pouco por todo o lado, o uso de letras tridimensionais na decoração de espaços. Mas (há sempre um grande "mas") normalmente são bastante caras, uma vez que as originais são de metal.

Resultado de imagem para metal letter

A minha ideia era colocar numa das paredes da minha craft room, as palavras Donna Lisa em letras tridimensionais, portanto já estava a ver a despesa em que ia meter se tivesse de comprar todas estas letras... Por isso, pensei em fazer as minhas próprias letras, que não precisavam de ter um aspeto tão vintage, bastando para isso ser tridimensionais. E em cartão/papel, para serem bem fáceis de trabalhar.

Comecei por escolher um tipo de letra neutro e básico e imprimi cada letra em tamanho grande. Depois passei para cartão (de restos de caixas/embalagens) e recortei. Finalmente cortei fitas de cartolina para fazer os contornos das letras e colei ao cartão.








Por fim, pintei-as todas de branco e coloquei vários tipos de "washi tape" (fita cola decorativa) para personalizar cada uma delas.
E aqui está a minha parede personalizada, de uma forma bem baratinha! :)




quinta-feira, 13 de outubro de 2016

Pulseiras... como arrumá-las?

Só quem tem dezenas de pulseiras acumuladas ao longo de vários anos, e não tem coragem de as "eliminar" da coleção, é que me compreende! Chega a um ponto em que já não cabem nas gavetas ou nas caixas de bijuteria, e começa a tornar-se um caos. Sempre que queremos uma pulseira, olhamos para a gaveta e encontrar a pulseira pretendida torna-se uma missão difícil...
Já tinha visto algumas ideias de suportes para pulseiras, e acabei por fazer um super simples mas que cumprisse o objetivo: organizar de uma forma visível as pulseiras.

Tendo a ideia em mente passei-a para o papel. 


Um projeto muito complexo, como podem ver! :)
Depois, aproveitando restos de madeiras de outros projetos (como o do porta-especiarias), cortamos nas dimensões pretendidas e aparafusamos as peças umas às outras.




Finalmente pintamos e colamos uns pedacitos de washi-tape para tapar as ligações entre as madeiras.
E aqui está ele: o suporte para muitas pulseiras! :)